CISALHAMENTO

O corte por cisalhamento é executado colocando-se a chapa e/ou o material a ser cortado entre duas facas de corte de aço especial. A faca inferior é fixa e a superior é dotada de movimento ascendente/descendente. O esforço cortante é produzido pelo movimento descendente da faca superior que, ao penetrar no material a ser cortado, cria:

· Uma zona de deformação;

· O corte por cisalhamento;

· Uma região fraturada com ruptura por tração;

· Uma rebarba.




A profundidade de penetração depende da ductilidade e espessura do material a ser cortado. Quanto mais dúctil o metal a ser cortado, maior a penetração da faca. Contudo, metais dúcteis e muito macios(especialmente chapas finas) tendem a curvar-se na operação de corte por cisalhamento resultando em grande volume de rebarba.

A qualidade do corte por cisalhamento depende fundamentalmente da qualidade das facas de corte e da regulagem das folgas entre as facas.

Equipamentos que cortam por cisalhamento:

Guilhotinas

Tipos de guilhotinas:

· Mecânica – Executa corte em chapas de aço sobre um traçado ou com uso de limitador mecânico(stop) chamado de encosto, incorporado à máquina. O conjunto de potência de uma guilhotina mecânica é constituído por motor, volante, coroa sem fim acionada pelo volante e uma embreagem que liga a coroa sem fim ao eixo e além de um mecanismo acionado pelo pedal.

Sua capacidade de corte é para chapas com espessuras inferiores a 13mm e comprimento de até 3000mm.

· Hidráulica – Apresentam cursos mais longos que as guilhotinas mecânicas. São acionadas por um conjunto moto-bomba que força o óleo para dentro do cilindro empurrando o pistão. O movimento do pistão aciona o mecanismo que sustenta a faca superior. As guilhotinas hidráulicas são projetadas com capacidade de carga fixa. Não devem ser cortados materiais que superem a capacidade de corte do equipamento.

Sua capacidade de corte é para chapas com espessuras até 25mm e comprimentos de até 4000mm.

· Pneumática – Usadas exclusivamente para chapas finas de 1,2mm de espessura por 1500mm de comprimento

Tesouras

Tipos de tesouras:

· Manual – Ferramenta manual que executa os mesmos movimentos de uma tesoura de costura. Largamente empregada em caldeirarias e serralherias, na execução de corte em chapas finas(inferior a 1,2mm) e de pequenas dimensões(até 300mm). Não deve ser utilizada em corte de barras e tubos.

· Vibratória manual – Ferramenta elétrica ou pneumática manual que executa os mesmos movimentos de uma tesoura de costura. É adequada a cortes de chapas finas(inferior a 1,2mm) de pequenas dimensões(até 300mm). É uma máquina versátil, podendo cortar peças planas em vários formatos, permitindo a execução de peças especiais. Ela não exige esforço físico do operador, sendo necessários cuidados e habilidade para não sair fora do traçado.

· Vibratória universal – Máquina tipo “pescoço de cisne” para cortes em chapas finas(inferior a 3,0mm). Corta de maneira semelhante à tesoura de uso doméstico, com movimentos alternativos automáticos de vai e vem da faca superior. Executa cortes pequenos ou grandes, circulares ou retilíneos em qualquer ponto da chapa.

Corte por abrasão

O corte por abrasão é executado pela fricção de uma ferramenta de corte no material a ser cortado. Neste tipo de corte, são arrancadas partículas do material a ser cortado(“cavacos”) com conseqüente aumento da temperatura da zona cortada. Quando a espessura da peça a ser cortada é muito grande, existe a necessidade de serem utilizados fluidos de refrigeração. Este tipo de corte pode ser executado por dois tipos de equipamentos: Serras e discos abrasivos.

Corte por serras

Os aços inoxidáveis podem ser cortados por todos os tipos de serras, manuais e mecanizadas. Recomenda-se o uso de lâminas de corte de aço – rápido para qualquer tipo de equipamento. O corte é efetuado em movimentos de vai e vem com amplitude e velocidade adequadas, com o retorno em vazio para evitar um rápido endurecimento da superfície a ser cortada. Recomenda-se o uso de lubrificante(óleo para serviços pesados solúvel em água, dentre outros) para qualquer tipo de serra utilizada, exceto para o caso de serra de fita de fricção de alta velocidade.

Tipos de serras

· Serra manual – Utilizada para corte de peças finas e serviços não repetitivos. Recomenda-se lâminas de 32 dentes por polegada para peças com até 1,60mm de espessura e de 24 dentes por polegada para material com espessura compreendida entre 1,60 e 6,35mm de espessura. Para espessuras maiores, recomenda-se utilizar lâminas de dentes grossos para facilitar a remoção dos cavacos e prevenir entupimento.

· Serra mecânica – Utilizada para cortes de seções relativamente grossas em trabalhos repetitivos ou não. O emprego de equipamento motorizado permite cortes mais profundos por amplitude de curso e requer o emprego de lâminas com dentes mais longos, usualmente de 8 a 12 dentes por polegada. A lâmina deve ser resfriada por mistura de óleos para serviços pesados solúveis em água.

· Serra de fita – Largamente utilizada para corte de aços inoxidáveis austeníticos. Executa cortes retos ou com contorno irregular tanto em chapas quanto em barras e tubos. O emprego de lâminas de aços rápidos possibilita maior durabilidade e a utilização de velocidades de corte maiores. O corte em materiais trabalhados a frio, deverá ser executado em velocidades menores.

Corte por discos abrasivos

Para a seleção do disco de corte mais adequado, deve-se considerar o tipo de material a ser cortado, a seção do corte, o acabamento desejado e os equipamentos de corte disponíveis(corte refrigerado ou a seco)

Tipos de máquinas de corte por abrasão:

· Cut-off – São máquinas elétricas ou manuais, portáteis ou não. Tem capacidade para discos com diâmetros entre 250 e 400mm.

· Oscilante – Este tipo de máquina é equipada com mecanismo complementar. Além de apresentar movimento de penetração no corte, apresenta também um movimento oscilante em outro sentido dentro de um plano horizontal. Admitem uso de discos entre 350 e 850mm de diâmetros. Tem capacidade de corte de barras de até 300mm de espessura.

· Horizontal – Estas máquinas, além do movimento de penetração do disco sobre a peça, apresentam um movimento para frente e para trás ao longo do corte no plano horizontal. Admitem discos com diâmetros entre 300 e 350mm e servem para cortar vidro e materiais não metálicos. Sua capacidade de corte é de pequenas seções, menores ou igual a 10mm

· Rotativas – Nestas máquinas, além de girar o disco de corte, a peça também é girada. Utiliza discos de dimensões pequenas entre 300 e 350mm de diâmetro. Sua capacidade de corte de peças sólidas ou tubos é de até 550mm de diâmetro.

Corte por fusão

Corte à plasma.....

http://www.losinox.com.br/downloads/aco_inox_manual_conformacao.pdf

0 Comments:

Post a Comment



Postagem mais recente Postagem mais antiga Início